Pós-graduação do Unis conta com sala de atendimento psicopedagógico

0 comentários

(02/09/2014) O prédio da pós-graduação do Grupo Unis em Varginha já conta com uma Sala de Atendimento Psicopedagógico. O espaço é uma idealização das alunas da turma de Psicopedagogia Institucional e Clínica numa Perspectiva Inclusiva 2014, e foi inaugurado no dia 20 de agosto.

Segundo o coordenador do Núcleo de Pós-graduação na área da Saúde e Educação do Centro Universitário do Sul de Minas, Prof. Me. Viviel Carvalho, a sala funciona diariamente, de acordo com a demanda e disponibilidade de horários dos estudantes.

Viviel explica que a sala vem para atender todos os cursos de Pós-graduação na Área da Educação, com o objetivo de que os alunos possam realizar as práticas profissionais de atendimento à população com o auxílio e acompanhamento direto de uma das professoras do curso, a professora Silmara Alves, especialista na área da psicopedagogia.

O prédio localiza-se à Rua José Gonçalves Pereira, 96, na Vila Pinto. Mais informações pelo 0800-038-5115.

Mutirão da Limpeza vai percorrer o bairro Sete de Outubro nesta quarta

0 comentários

(02/09/2014) O bairro Sete de Outubro receberá o Mutirão da Limpeza esta semana. Será nesta quarta-feira (03/09), das 7h30 às 13h, quando os agentes de combate à endemias e seus parceiros de apoio (secretarias de Obras e Limpeza Urbana,  de Agricultura e de Meio Ambiente, além do posto de saúde da família do bairro, Conselho Comunitário, escolas, creches e pontos do comércio local) percorrerão as ruas do bairro, neste trabalho de eliminação de possíveis focos do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da febre amarela, dengue e agora também do chikungunya, cuja infecção provoca febre alta, dor de cabeça, dores articulares e dores musculares.

Para o sucesso da iniciativa, os organizadores do evento pedem aos moradores do bairro que retirem de suas casas, deixando nas calçadas, todos os materiais inservíveis, como móveis velhos, pneus, objetos que detém água, dentre outros, que serão recolhidos pelo mutirão de combate à dengue. Lembrando que não serão recolhidos entulhos de construção e nem podas de árvores.

Combate ao Aedes Aegypti
O setor da Dengue e a Vigilância Ambiental pedem à população que se empenhe para combater o Aedes Aegypti,  mosquito transmissor da febre amarela, dengue e agora também do chikungunya, uma doença viral parecida com a dengue, transmitida por um mosquito comum em algumas regiões da África.

É preciso denunciar quando da existência de pneus em calçadas ou terrenos baldios, uma vez que se constituem em grandes criadouros para o mosquito da dengue, atraindo também aranhas e escorpiões. Para isso, basta ligar para o 3690-2230 ou enviar email para denguedenuncias@varginha.mg.gov.br.

Fisioterapia Cardiorrespiratória será tema de jornada em Varginha

0 comentários

(02/09/2014) O Curso de Fisioterapia do Centro Universitário do Sul de Minas promove no dia 06 de setembro (sábado) a I Jornada de Fisioterapia Cardiorrespiratória, a partir de 8h da manhã, no campus II da Instituição. O objetivo é proporcionar aos acadêmicos o aperfeiçoamento e/ou conhecimento da Cinesioterapia Respiratória e recursos fisioterapêuticos, o evento será aberto para profissionais da área.

De acordo com a professora Viviane Ferreira, da comissão organizadora, a proposta é trazer atualização de novas manobras e recursos fisioterapêuticos. “Queremos apresentar evidências científicas sobre as principais manobras respiratórias e os recursos utilizados na Fisioterapia Respiratória para a melhor assistência dos pacientes com alterações pulmonares”, afirma.

Viviane ressalta que durante a Jornada haverá abordagem prática assimilando com a teoria previamente explanada. “A proposta é trazer semestralmente novas abordagens em torno da área cardiorrespiratória: cardiopatas, nefropatas, diabéticos e hipertensão, dislipidêmicos entre outros nos ambientes ambulatorial e hospitalar”, completa.

A profissional comenta ainda que as expectativas para a realização da Jornada são positivas. “Nosso propósito é incentivar a busca pelo conhecimento e uma melhor qualificação dos profissionais para a assistência à comunidade”, conclui.

Para participar, basta se inscrever diretamente com a Comissão Organizadora. Para acadêmicos do Unis o valor é R$25,00; acadêmicos externos R$ 30,00 e profissionais R$35,00. Mais informações no (35) 3222-2948, com Fani Pereira.

Demais envolvidos na 'Operação Jackpot' serão ouvidos em novembro

0 comentários

(02/09/2014) Apenas seis pessoas envolvidas na “Operação Jackpot”, realizada pela Polícia Federal para o combate ao jogo do bicho no Sul de Minas, foram ouvidas nesta segunda-feira (1/9) em uma audiência no Fórum de Varginha. Inicialmente, 40 pessoas, entre acusados e testemunhas, prestariam depoimento nesta segunda e terça-feira (2). No entanto, eles só deverão ser ouvidos em uma outra audiência, marcada para novembro.

A medida foi tomada pelos advogados de defesa junto à promotoria, que decidiram dispensar as testemunhas para não haver prejuízo no julgamento, já que documentos considerados importantes não foram anexados ao processo.

Em março deste ano, após quase dois anos de investigações, a Polícia Federal concluiu o inquérito da operação. Ao todo, 34 pessoas foram indiciadas por crimes de jogo de azar, lavagem de dinheiro, corrupção, e organização criminosa. Computadores, documentos e livros de contabilidade foram apreendidos.

Segundo o delegado João Carlos Girotto, três grupos atuavam há mais de 10 anos em Varginha, Elói Mendes, Três Pontas e Pouso Alegre. O barão do jogo era o bicheiro que comandava o esquema e os gerentes de fortaleza eram os responsáveis pelo recebimento do dinheiro e das apostas que vinham pelos recolhedores que passavam em motos por todos os pontos onde havia cambistas. Participavam do esquema também comerciantes, que recebiam até 25% do lucro líquido dos jogos. Além deles, três policiais davam apoio.

Ainda de acordo com Girotto, a organização criminosa arrecadou cerca de R$ 30 milhões em três anos. Entre os indiciados, estão 27 comerciantes que podem perder os estabelecimentos comerciais.

A audiência
Nessa primeira parte do processo, oito réus participaram da audiência, dentre eles três policiais civis.  Um esquema forte de segurança foi montado para dar suporte à Justiça. O Fórum de Varginha ficou lotado durante todo o dia. Advogados e estudantes de direito acompanharam os trabalhos.

Segundo o Tribunal de Justiça do Estado, é a primeira vez que a Justiça de Minas Gerais usa o benefício da delação premiada, que concede a redução da pena para aqueles que colaboram com a Justiça.  Todos os colaboradores prestaram depoimento numa sala separada, sem que fossem identificados. Além disso, os envolvidos que testemunharam com o benefício da delação premiada tiveram a voz distorcida para não serem reconhecidos.

Durante a audiência, um dos envolvidos desistiu de colaborar com a Justiça e perdeu o benefício da delação premiada.

Boa Esporte e Atlético-GO se enfrentam hoje na abertura do 2º turno

0 comentários

(02/09/2014) Sabe aquela máxima de que em um campeonato disputado no sistema de pontos corridos cada partida é uma decisão? No segundo turno ela parece ser ainda maior. Depois de terem empatado na estreia da Série B, Atlético-GO e Boa Esporte se reencontram na abertura do returno em duelo nesta terça-feira, às 19h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. No meio da tabela, goianos e mineiros ainda esperam lutar pelo acesso, mas os tropeços devem ser evitados desde já.

Para o time goiano, a partida representa possibilidade de reação, pois são três derrotas consecutivas. Um bom resultado também seria atestado de força do elenco rubro-negro, que entra em campo sem seus principais jogadores – Márcio, Júnior Viçosa e André Luís desfalcam o Dragão. Após a Copa, o Atlético-GO teve ótima sequência sob o comando do técnico Hélio dos Anjos, no entanto, começou a perder rendimento à medida que a lista de baixas foi aumentando.

Já o Boa Esporte, que passou o período de recesso do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento, volta ao palco onde venceu o Vila Nova na primeira rodada pós-Copa do Mundo e iniciou a reação. O time de Varginha começa o segundo turno com a sensação de dever cumprido e está na nona colocação, com 27 pontos – dois pontos a mais que o adversário desta noite. O técnico Nedo Xavier terá força total para tentar arrancar um bom resultado fora de casa e prosseguir com a caminhada rumo ao acesso.

Os ingressos para a partida custam R$ 20 na arquibancada e R$ 30 nas cadeiras. Mulheres, apostadores na “Timemania” que tiverem marcado o Atlético-GO e torcedores com a camisa do time goiano pagam meia entrada em qualquer setor. A arbitragem em Goiânia será de Pablo dos Santos Alves (ES), com Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES) como assistentes. O Premiere FC transmite o jogo para todo país.

Justiça começa a ouvir presos e testemunhas da 'Operação Jackpot'

0 comentários

(02/09/2014) A Justiça começou a ouvir nesta segunda-feira (1/9), no Fórum de Varginha, testemunhas e acusados detidos durante a "Operação Jackpot", da Polícia Federal, realizada em novembro de 2013. A operação teve como objetivo combater a prática do jogo do bicho na região. Ao todo, 40 pessoas serão ouvidas na audiência entre esta segunda e a terça-feira (2).

Em março deste ano, após quase dois anos de investigações, a Polícia Federal concluiu o inquérito da “Operação Jackpot”. Ao todo, 46 pessoas foram indiciadas e sete continuavam presas. Computadores, documentos e livros de contabilidade foram apreendidos.

Segundo o delegado João Carlos Girotto, três grupos atuavam há mais de 10 anos em Varginha, Elói Mendes, Três Pontas e Pouso Alegre. O barão do jogo era o bicheiro que comandava o esquema e os gerentes de fortaleza eram os responsáveis pelo recebimento do dinheiro e das apostas que vinham pelos recolhedores que passavam em motos por todos os pontos onde havia cambistas. Participavam do esquema também comerciantes, que recebiam até 25% do lucro líquido dos jogos. Além deles, três policiais davam apoio.

Ainda de acordo com Girotto, a organização criminosa arrecadou cerca de R$ 30 milhões em três anos. Entre os indiciados, estão 27 comerciantes que podem perder os estabelecimentos comerciais.

Lei de Delação Premiada

Está sendo aplicada na audiência a Lei de Delação Premiada, aprovada em agosto do ano passado. Se um dos envolvidos colaborar com a Justiça dando detalhes de como funcionava o esquema de exploração do jogo do bicho, ele ganha benefícios na redução da pena.

Durante a audiência, os envolvidos favorecidos pela delação premiada serão ouvidos em uma sala separada com capuz e um dispositivo que vai distorcer a voz. Eles estão sob proteção policial desde o ano passado quando a Operação Jackpot foi realizada.

O benefício da delação premiada não será concedido aos oito suspeitos que são apontados como as bases da organização criminosa.

A operação

A primeira parte da “Operação Jackpot” ocorreu em novembro de 2013. Na ocasião, 37 pessoas tiveram a prisão temporária decretada, mas ao final de cinco dias, foram liberadas. No fim do mês passado, a PF realizou a segunda fase da operação, onde sete pessoas, entre elas três policiais civis, foram presas. Os outros quatro detidos já haviam sido presos na primeira fase da operação.

Para o promotor de Justiça de Combate ao Crime Organizado, Mário Antônio Conceição, o esquema favorecia também algumas empresas “de fachada”, que eram utilizadas para a lavagem do dinheiro obtido com os jogos de azar. “Apenas um dos investigados adquiriu cerca de R$ 27 milhões em três anos. As investigações apontam que eles compravam e vendiam imóveis e a partir destas atividades, traziam de volta o dinheiro para a circulação entre eles, o que configura lavagem de dinheiro”, explicou.

Os três policiais detidos foram levados para a  Corregedoria em Belo Horizonte. As outras quatro pessoas detidas foram levadas para a Penitenciária de Três Corações. Todos entraram com pedido de habeas corpus na Justiça, mas foram negados.

O nome da operação é uma referência ao termo utilizado na jogatina - um jackpot significa um prêmio grande, quando o jogador "quebrou" a banca.

Cefet de Varginha passa a ofertar curso de Engenharia Civil

0 comentários

(02/09/2014) O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão do Cefet-MG aprovou na noite da última quinta-feira (28) a implantação do curso de Engenharia Civil na unidade de Varginha.

Com essa decisão, o Cefet de Varginha está autorizado a oferecer a partir desta data 40 vagas para ingresso no curso já no próximo semestre. O curso será ofertado no período noturno, terá duração mínima de 11 semestres e a forma de ingresso será a partir de vestibular, cujas inscrições começam no dia 08 de setembro.

A diretora da unidade de Varginha, Gilze Belém Chaves, conta que o projeto para a criação do curso existia desde 2010 e a sua implantação só foi possível graças ao apoio de todos os departamentos, dos servidores e da direção-geral do Cefet-MG.

Para ela, a implantação do curso de Engenharia Civil representa a “circular do saber entre o nível médio e o superior”, já que esse será o primeiro curso superior ofertado pela Unidade, que atualmente possui três cursos técnicos presenciais: em Informática, Mecatrônica e Edificações.

Ainda de acordo com a Diretora, essa aprovação representa a expansão da Unidade de Varginha, que existe desde 2006, e uma grande oportunidade aos moradores de toda a região, que agora “passam a ter acesso a um curso de qualidade e gratuito”.

Instituição está preparada para o curso
O professor Paulo César Mappa é assessor de ensino do Cefet de Varginha e foi um dos responsáveis pela elaboração do projeto pedagógico que deu origem ao curso.

Segundo ele, a unidade conta hoje com 45 professores efetivos e 95% deles possuem Mestrado ou Doutorado, sendo que todos podem contribuir com o curso: ministrando disciplina, orientando alunos em pesquisas e trabalhos acadêmicos ou compartilhando experiências.

Sobre a estrutura física, o professor enfatiza que a unidade possui diversos laboratórios que, atualmente, atende às demandas dos alunos de Edificações e que poderão atender os futuros alunos da graduação: três de informática, um de desenho, um de materiais de construção, um de mecânica dos solos, um de instalações prediais e, em fase final, um laboratório de tecnologia das construções.

Mappa acredita que o primeiro curso de graduação ofertado pelo Cefet de Varginha permitirá um avanço no ensino já praticado. “A unidade se qualificará para a produção efetiva de conhecimento através da pesquisa científica e tecnológica, afinal com um curso superior damos um salto, tanto de quantidade, quanto de qualidade”, encerra.

Cadastro de passe escolar para moradores do Cruzeiro do Sul vai até o dia 12

0 comentários

(01/09/2014) A Secretaria Municipal de Educação informa que o período de 01 a 12 de setembro será o último prazo para efetuar os cadastros de passe escolar gratuito para os moradores do bairro Cruzeiro do Sul.

Informa ainda que mesmo quem ainda não mudou pode fazer o cadastro para não perder o prazo.  Para maiores informações, procurar a Secretaria Municipal de Educação, na Rua Delfim Moreira, 293 ( Setor de Transporte Escolar), ou ligar para 3690-2096 (Falar com Chrislaine).